quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Ele era o menino mais lindo da escola...





Ele era o menino mais lindo da escola quando eu estava na sexta série. Vou chamá-lo pelo codinome "Aranha". Era nosso terror, meu e das colegas de sala. Me lembro o dia em que perdi minha primeira média em Matemática (depois dessa, foram várias) e ele me consolou dentro do ônibus escolar, visto que eu chorava muito.

Ele sempre usava uma jaqueta jeans, clara e surrada e calças rasgadas, que era moda da década de 90. Cabelos pretos, pele clara, creio que era repetente, pois já tinha uns 18 anos e ainda estava na sétima série.

Enfim, nosso Aranha, menino mais lindo da escola deve ter mudado de colégio quando ia concluir o Ensino Médio, se é que concluiu.

E eu nunca mais vi o 'James Dean' da Sandoval.

Nunca mais, até antes de ontem, rss...

Estava eu no centro de BH quando vi uma figura familiar no meio de tanta gente... O rosto era o mesmo, mais amadurecido, é verdade.

O corpo que era magro, escondido sob a jaqueta, é que estava enorme.

Parei perplexa na calçada. Hesitei por um momento em chamá-lo. Não chamei.

Ele certamente não se lembraria de mim.

E eu particularmente odeio quando alguém me encontra e pergunta: "Oi, lembra de mim?"

É claro que não! (mas não digo para não parecer grosseira)

Seria tão melhor se ao invés de perguntar as pessoas chegassem, pedissem licença e dissessem: " Oi, meu nome é ... nos conhecemos em tal lugar" aí, talvez, eu me lembrasse.

Ainda bem que existe o Orkut . Ajuda a reencontrarmos pessoas do passado sem pagarmos o mico de ter que fazer ou sofrer a pergunta " oi, lembra de mim?" ali cara a cara.

Bom, concluindo, ele era mesmo (no passado, bem distante) o garoto mais lindo da escola.

Hoje, para as garotas de 13, como eu naquela época, ele pertence à classe dos tiozões, barrigudos (de chopp).

Para as mulheres de minha idade, ele é mais um coroa charmoso, como muitos que circulam por aí.

Nenhum comentário: