domingo, 25 de maio de 2014

Levanta-te e anda


Gosto de conversar com pessoas inteligentes, mas o tipo de pessoas que mais admiro, são as visionárias.
As pessoas que não tem medo de se arriscar em algo novo.
Pessoas estas que vão onde nunca ninguém esteve só para ver se é bom, e se não for, não se arrependem, simplesmente não param de buscar novas possibilidades.

Ultimamente, tenho me deparado com muitas pessoas assim. Que veem além.
Gosto de ouvi-las e delas tiro grandes aprendizados.
Fico pensando o que seria do mundo sem estas pessoas.
 
Todos nós guardamos um visionário dentro do coração, mas nossa mente nos limita, por causa da nossa constante ideia de nos sentirmos incapazes de irmos e fazermos,  por causa de questões moralistas, por preocuparmo-nos demais com o que os outros vão pensar.

Perdemos oportunidades incríveis por uma simples questão de mudarmos nosso modo de pensar e de às vezes, não ouvirmos a voz do nosso coração.
Quando você deixa o coração falar, aí você vai lá e faz...

Você tem cinquenta por cento de chance de dar certo e outros cinquenta de dar errado.
Mas e daí?! 
Eu tinha uma amigo que sempre me dizia: "Vá e faça! O não a gente já leva no bolso e o máximo que pode acontecer é você ir lá e ganhar um sim."
E um outro amigo que me disse: "Quando chegamos ao fundo do poço, não temos mais para onde ir, então, nos resta bater o pé no chão, tomar impulso e voltar a emergir".
Eu fiz um Leader Training de alto valor para acordar meu coração, que estava adormecido para as coisas nas quais sempre acreditei, mas que com o tempo, os erros e a convivência com pessoas que só nos põe pra baixo, havia me esquecido.

 
A imaginação é mais importante que a ciência, porque a ciência é limitada, ao passo que a imaginação abrange o mundo inteiro. (Albert Einstein)


Os grandes homens que passaram pelo mundo, responsáveis por grandes feitos e descobertas, eram visionários, e se não fosse por eles, estaríamos até hoje vivendo na era das cavernas.
Homens admiráveis, que foram, viram e venceram, homens que foram, viram e não venceram, mas que continuaram tentando.
PERSISTIR e DESISTIR são antônimos e só mudam a primeira sílaba e somos nós quem escolhemos qual delas vamos tirar da nossa vida.
Eu resolvi que eu vou mesmo sem coragem, mesmo sabendo que posso falhar.
Os passos que darei daqui pra frente, muito bem pensados, como sempre foram, serão mais seguros.
Acredito que com os erros ou os enganos podemos adquirir experiências, para da próxima vez, fazermos melhor.
A oportunidade passa galopando e cabe a quem quiser tê-la jogar o laço e dominá-la.

Existem pessoas que tem dom, que tem inteligência e que simplesmente não usam.
E existem pessoas que não têm as duas coisas, mas que tem força de vontade, levantam, andam, vão lá e vencem!
O título desse post, não é mera coincidência, é como um chamado para se levantar e voltar à vida. Sair da zona de conforto, do comodismo confortável, da segurança vazia dos relacionamentos, do trabalho, do salário fixo no final do mês.
É um chamado para arriscar-se e realizar.
Quando erramos também realizamos diferentemente de quando não fazemos nada.
Levanta-te e anda!
Busque o novo, busque novas possibilidades. Construa. Deixe um legado.
A vida passa rápido e quando passa, não volta mais.















Nenhum comentário: