sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O Ego-ísmo

Todos nós,  seres humanos, temos o Ego ou o eu de cada um, que é das principais partes analisadas pela psicologia e psicanálise.
Achei algumas definições interessantes sobre o tema, resol:

"Ego significa o eu de cada um, é o defensor da personalidade e é um termo muito utilizado na psicanálise e na filosofia. A principal função do ego é procurar harmonizar os desejos e a realidade, e posteriormente, entre esses e as exigências; os valores da sociedade.O ego é fundamentado na teoria clássica de Sigmund Freud, que é um conjunto de hipóteses sobre o funcionamento do cérebro das pessoas. Para Freud, o ego baseia-se que todo evento psíquico é determinado por eventos anteriores, ou seja, não há acasos, e também pela existência do inconsciente que, manifesta-se de diferentes modos na vida mental. [...]"

" [...] Para entender a importância do ego, é necessário considerar que, se ele cede em excesso às artimanhas do id, torna-se devasso e libertino; ao se submeter às imposições do superego, corre o risco de enlouquecer; quando não se curva ao universo externo, este o destrói. Assim, o ego é o regulador máximo da mente. [...] O ego tem ainda como obrigação gerar meios de defesa, de certa forma inconscientes, para preservar o aparelho psíquico, entre eles as projeções, as racionalizações, regressões, negações, entre outros... (Infoescola)



Muitas pessoas colocam o Ego acima de todas as outras coisas. Para elas sempre, seus desejos, sua necessidade de chamar atenção, de se sentir mais importante, sempre prevalecerão. 
E, geralmente, não fazem pelos outros o que querem para si transformam-no em
Ego-ísmo. (Sentimento ou maneira de ser dos indivíduos que só se preocupam com o interesse próprio, com o que lhes diz respeito.)
É difícil para pessoas assim dividirem a vida ao lado de outras. Quem só se importa consigo, sempre vai sentir falta de um não sei o quê, que nunca encontraram, nem nunca encontrarão.
O vazio que só se preenche com uma massagem no Ego, a necessidade de ser admirado pelos outros, elogios mesmo que falsos a todo o tempo, nenhuma crítica e nenhuma discordância.

E talvez, nem assim o Ego-ísta se sinta bem.

O Ego-ísta nunca saberá viver em grupo, porque é incapaz de cuidar de outra coisa que não seja de seu próprio umbigo, nunca vai achar nenhuma dor mais importante que não seja a sua própria.
Vai sempre pensar que o universo, Deus, todos os outros seres conspiram contra ele, o perseguem, são seus algozes.
Uma coisa que o Ego-ísta não entende é que onde quer que ele esteja, sempre existirá um problema, porque a admiração precisa ser conquistada, elogios precisam ser sinceros e críticas e discordâncias sempre haverão. 
Ele nunca será uma pessoa feliz enquanto não aceitar que não é o ser mais importante do universo.
As pessoas assim são fáceis de serem identificadas. São aquelas pessoas que não agradecem as conquistas por menores que sejam e sempre vão continuar reclamando por nada.
Lembre-se sempre: muito ego matará seu talento.


Nenhum comentário: