quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

É mágoa...

Sempre tive dificuldade de lidar com sentimentos ruins.
Não sei lidar com a raiva que aparece em um momento de dor, de deslealdade, de mentira...
Não sei guardar mágoa de nada que ninguém me faça.
Quando algo me aborrece, o que eu peço são cinco minutos, para que eu possa ter uma pausa, pensar, contar até mil se preciso e não fazer nada por impulso que possa vir a machucar quem eu gosto.
Não é sempre que tenho esse tempo para digerir, então acabo muitas vezes, agindo por impulso e tendo algum arrependimento por isso.




A mágoa na minha opinião deve trazer males enormes ao organismo. Males físicos mesmo.
A mágoa deve nos deixar feios. Sombrios.
A mágoa ofusca nosso brilho próprio, nossa alegria de viver.


Sei que magoei muitas pessoas, porque sou humana, cometo erros... e assumo todos eles.
Não tenho o hábito de me fazer de vítima. 
A única coisa que queria era ser tratada como uma pessoa que comete erros sem pensar,  e, também, que fosse perdoada por isso.
Todo mundo erra, mas ás vezes, parece que os nossos erros pessoais são piores, tendo em vista a forma com que o outro nos condena e nos atira à face o erro em toda e qualquer oportunidade.
Perdoar... Perdoar, sempre.
Alguns relacionamentos podem ser abalados pela mágoa. É necessário muita maturidade para alcançarmos tamanha grandiosidade de espírito.
Eu ainda não a possuo. Não sou anjo. Não sou santa.
Mas eu tento, disso não tenho dúvidas.
Acho que os homens, tem mais facilidade para guardar mágoa que as mulheres, não todos, que fique claro. 
Mas tenho pequenas experiências recentes que me fazem estar certa disso.
Acredito que Deus nos fez mães para termos um coração sempre aberto para o perdão.
Nesse aspecto, nós mulheres somos mais felizes. 
Um coração machucado, só se cura com o perdão.





O perdão nos faz fortes. 


Enquanto escrevia esse post, me deparei, coincidentemente, com uma foto e uma frase no mural de Michele Nakashima:


‎"Os fracos julgam e condenam, porêm os fortes perdoam e compreendem."


Uma pena que nem todos entendam isso.

Um comentário:

Elaine disse...

Sábias palavras amiga! Como sempre.
Que bom que nisso me pareço com você, tento não guardar mágoas, perdoar rápido. Pena que algumas pessoas pensem que perdão é sinal de fraqueza.Gosto muito dos seus posts, porque com muita maestria você traduz em palavras o que muitas vezes a gente sente,mas não consegue escrever. Bjos.