quinta-feira, 28 de julho de 2011

Histórias de amor fadadas ao fracasso - Capítulo I - A adolescente e o cara mais velho

("Lição de Amor" filme italiano, muito bom, no qual me inspirei e me identifiquei para fazer esse post, mas é filme e nele a história dá certo...)



Era uma vez uma adolescente que se apaixonou por um homem feito.
O fascínio do aprendizado, chama atenção das meninas e os homens adoram pegar uma inexperiente para bancar o professor.
Estando bom para ambas as partes, a história pode terminar por aqui.
Porque ele ensinou e vai procurar a próxima aluna, ela aprendeu e foi praticar com outros.
Se ela se apaixona por ele, nosso post continua.
Ele tem todos todos os atributos para isso e sabe como usá-los. 
A história está fadada ao fracasso, porque, essa menina com 17 anos, não pensa em se casar, mas acredita em contos de fadas, e o homem mais maduro, necessita de cuidados maternos.
Daí vem a conversa fiada:
"Você é ótima, me sinto bem com você, quero você só pra mim, mas preciso sair com meus amigos, afinal prezo minha liberdade, blá, blá, blá..."
"Você é muito criança ainda pra casar..."
E outras balelas mais.
Mas a menina, apaixonada, se submete a todos os caprichos do cara, esperando que um dia ele reconheça nela uma esposa em potencial.
Aí, um belo dia, aparece uma mulher de 30 anos e dá nesse homem uma chave de coxa, e o conto de fadas da menina, se transforma  num filme de terror.
Ele diz: "Preciso de alguém pra cuidar de mim, e você necessita de cuidados, que eu não posso te dar."
Ele dá um belo pé na bunda da menina e se casa com a primeira chave de coxa que aparece.
Ela por sua vez desiludida por ter perdido o "homem de sua vida" ou vai se tornar uma baita galinácea ou vai se casar com o próximo que aparecer por carência e para provar para o ex que poderia ser uma ótima esposa se ele tivesse sabido esperar o momento certo.

Um comentário:

Flávia Jorlane disse...

Olá! Ri mt com esse post e que bom que achei seu blog dp de mt catar no google esse lance dos homens quererem alguém para cuidar deles. Vou catar td que vc postar aqui sobre isso. Dp disso vou treinar minha mente pra n morrer de ciúme das menininhas (tenho 33)ninfetas vazias que não sabem nem decifrar a fatura do cartão deles...kkkkkk.