quarta-feira, 25 de maio de 2011

Eu já sabia: Vampiros Existem

(Quem dera se todos os vampiros fossem como ele)

Há pouco tempo eu falava com uma pessoa amiga sobre a existência de vampiros.
Eles estão por toda parte.
Como sou super fã da Martha Medeiros hoje li num Blog que sigo que é  muito bom, diga-se de passagem  De repente trintei sobre vampiros e é exatamente assim que eu penso: 

(por Martha Medeiros)


"Eu não acredito em gnomos ou duendes, mas vampiros existem. Fique ligado, eles podem estar numa sala de bate-papo virtual, no balcão de um bar, no estacionamento de um shopping. Vampiros e vampiras aproximam-se com uma conversa fiada, pedem seu telefone, ligam no outro dia, convidam para um cinema. Quando você menos espera, está entregando a eles seu rico pescocinho e mais. Este "mais" você vai acabar descobrindo o que é com o tempo.

Vampiros tratam você muito bem, têm muita cultura, presença de espírito e conhecimento da vida. Você fica certo que conheceu uma pessoa especial. Custa a se dar conta de que eles são vampiros, parecem gente. Até que começam a sugar você. Sugam todinho o seu amor, sugam sua confiança, sugam sua tolerância, sugam sua fé, sugam seu tempo, sugam suas ilusões. Vampiros deixam você murchinha, chupam até a última gota. Um belo dia você descobre que nunca recebeu nada em troca, que amou pelos dois, que foi sempre um ombro amigo, que sempre esteve à disposição, e sofreu tão solitariamente que hoje se encontra aí, mais carniça do que carne.

Esta é uma historinha de terror que se repete ano após ano, por séculos. Relações vampirescas: o morcegão surge com uma carinha de fome e cansaço, como se não tivesse dormido a noite toda, e você se oferece para uma conversa, um abraço, uma força. Aí ele se revitaliza e bate as asinhas. Acontece em São Paulo, Manaus, Recife, Florianópolis, em todo lugar, não só na Transilvânia. E ocorre também entre amigos, entre colegas de trabalho, entre familiares, não só nas relações de amor.

Doe sangue para hospitais. Dê seu sangue por um projeto de vida, por um sonho. Mas não doe para aqueles que sempre, sempre, sempre vão lhe pedir mais e lhe retribuir jamais."

2 comentários:

Anônimo disse...

na real msm ..ta doida mulher ..eu curto ficção e queria mto q tdu isso existisse tanto vampiros como magia e talz agora vc indoido de vez ..não existe não minha cara ..se existisse como vc explica a existencia deles ...foram criados como ?
intaum vc pod ser uma vampira ..eu tbm posso ser ..indoido em !!

(com todo o respeitoo)

Cynthia Bicuda disse...

Meu querido anônimo...
Acho que vc não entendeu bem o que a nossa querida amiga desse blog quis dizer com relação a real existência de vampiros! Não se trata de criaturas mortas-vivas, com dentes afiados que sugam sangue de seres humanos, e sim de certos seres humanos (completamente desprovidos de escrúpulos e de amor ao próximo), que só aparecem em nossa vida para torná-la pior do que ela já é, sugando tudo de bom que temos a oferecer e deixando a gente na mais profunda miséria! Eu mesma já fui atacada por uma criatura dessa, mas, graças a Deus eu fui em busca de luz solar, e deixei ele numa completa treva!!!