terça-feira, 5 de abril de 2011

Saudade

(Foto clichê sobre saudade que não pode faltar em nenhum blog.)

Acho que nunca falei sobre saudade nesse blog.
Não de maneira bem específica.
A saudade é um sentimento ambíguo que faz morada em nosso coração.
Quando sentimos saudade, nos reconfortamos com as doces lembranças que vivemos ao lado de alguém que hoje não temos a presença física, que esteja distante ou que não viva mais nesse mundo.
As recordações que povoam nossos pensamentos de nossos amigos que foram morar longe, ou que partiram para outro plano (se é que existe), ou mesmo daqueles que não estão tão longe, mas que devido à correria do nosso dia-a-dia não sobra tempo para tomar uma beer, bater um papo e dar boas risadas da vida.
São inumeras situações agradáveis vividas ao lado de diversas pessoas que passam por nossas vidas, que tomam novas direções mas que mesmo assim, ficam em nossos corações e pensamentos.
Essa saudade é gostosa.
Saudade das farras da nossa adolescência, dos namoros escondidos, do primeiro beijo, do cheiro da comida da nossa avó, das brincadeiras de rua de nossa infância...


Todavia, existe uma saudade que não gosto, é a saudade das coisas que não vivemos, das horas que não passamos com alguém, das histórias que não teremos para contar.
Aquela saudade das coisas que idealizamos e que por algum motivo não alcançamos, seja por escolhas erradas ou por qualquer circunstância que não pudemos controlar.
Essa saudade machuca a alma, parte nosso coração, nos faz termos certos arrependimentos por coisas que não foram feitas, por nossa falta de atitude, por diversos motivos que nos acovardaram a tomarmos certos rumos.
O grande conforto para aqueles que assim como eu, sentem saudade do que não viveram é que sempre há uma chance de recomeçar, de mudar o caminho, de escolher algo novo.
Tem uma frase de Chico Xavier que gosto muito e que me inspira a querer mudar o rumo da minha vida:
"Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."
Assim, sentir saudade somente das coisas boas e que foram vividas.




Dedico esse post a todos os meus amigos que estão perto, longe ou  que se foram para sempre.
E à você que como eu, sente saudade das coisas que ainda não vivemos. 
E que assim como eu não, desiste de dar à sua vida um novo começo.





2 comentários:

dannyh disse...

muito lindo esse texto tambem sinto saudaes dos meus amigos q estao longe de mim

dannyh disse...

lindo