segunda-feira, 21 de junho de 2010

Eclipse - Ai ai ai...







Tô lendo esse romance de adolescentes, rss... sou uma romântica incorrigível... Esse trecho do livro me arrancou lágrimas hoje. Ai ai ai... Será que um dia vou ter isso? Acho que não, né? Já passei dos trinta, tenho dois filhos na bagagem... Mas não canso de acreditar no príncipe encantado.
“(...)
- Importa-se se eu fizer uma coisa? – murmurou ele, os braços me estreitando.
- O que quiser.
Mas ele me soltou e deslizou dali.
- Tudo menos isso – reclamei.
Ele me ignorou, pegando minha mão e me puxando da cama. Ficou de pé na minha frente, as mãos nos meus ombros, o rosto grave.
- Agora, quero fazer isso direito. Por favor, 
por favor, tenha em mente que você já concordou e não estrague tudo para mim.
- Ah, não – eu arfei enquanto ele se ajoelhava.
- Seja boazinha – murmurou ele.
Respirei fundo.
- Isabella Swan? – Ele me olhou através dos cílios incrivelmente longos, os olhos dourados suaves mas, de certo modo, ainda em brasa. – Prometo amá-la para sempre... a cada dia da eternidade. Quer se casar comigo?
Havia muitas coisas que eu queria dizer, algumas não muito boas e outras mais revoltantes de pieguice e romantismo do que ele sonhava que eu seria capaz. Em vez de me constranger com qualquer das opções, eu sussurrei um “Sim”.
- Obrigado – disse Edward simplesmente. Ele pegou a minha mão esquerda e beijou a ponta de cada um dos dedos antes de beijar a aliança que então era minha
 Eclipse – Conciliação.








E não se esqueçam, hoje no Alameda Pub tem Time Out e 10 de julho tem Sideral:

Um comentário:

Chris Valiceli disse...

Chorei demais vendo essa cena no filme...